Nossa Contribuição

Filmes e Séries indicados para empreendedores

Por em 2 junho, 2019

Esse artigo vamos abordar nesse conteúdo um compilado de alguns filmes e séries com a vertente empreendedora e criativa para reflexão de todos.

Esperamos que esse material atenda a expectativa geral e surpreenda a todos na criação de uma maior capacidade empreendedora.

Filmes

  • O Dia Antes do Fim (Margin Call, 2011) Talvez, esse seja o filme mais preciso quando se trata do dia a dia no mercado financeiro, “O Dia Antes do Fim” mostra o mundo de Wall Street durante 24 horas. O filme não faz questão de esconder os grandes riscos tomados pelos maiores bancos dos EUA que beiravam a crise financeira de 2008.
  • O sol de cada manhã (2005). Nesse longa Nicolas Cage interpreta um apresentador da previsão do tempo em um programa de TV local. Ele tem uma grande oportunidade para sua carreira quando a produtora de um programa nacional o convida para fazer um teste. Apesar de estar na melhor fase de sua vida profissional, a sua vida pessoal vai de mal a pior.
    Descubram mais sobre a capacidade de resistir e aprender mesmo nos piores momentos da vida.
  • Vida de Inseto (1998). Em nome de todos os insetos oprimidos, uma formiga chamada Flik contrata uma tropa de insetos guerreiros para defender seu formigueiro.
    No longa vemos que o empreendedorismo é poderoso quando feito com trabalho coletivo.
  • Inimigo meu (1985). O longa conta a história de uma guerra entre a Terra e um povo alienígena, esses inimigos espaciais acabam perdidos em um planeta inóspito e aprendem a sobreviver juntos.
    Como no filme o empreendedorismo é uma forma de continuar mudando e refletindo. Tudo pode mudar e devemos estar abertos a mudanças.
  • A Grande Aposta (2015). Nesse drama um grupo de oportunistas faz fortuna ao prever a crise econômica dos EUA e apostar contra os bancos. Revelações sobre um sombrio sistema bancário moderno, onde devemos questionar tudo e a todos.
  • O Aviador (2004). O drama biográfico conta a história de Howard Hugues, que ficou milionário aos 18 anos por causa de uma herança. Ele resolveu, então, investir em algo que gostava muito: a aviação. Porém, sua obsessão começa a afetar a vida pessoal.
    Esse filme mostra o empreendedorismo e seus desafios. Além disso, mostra a história de alguém que tinha o sonho de ganhar um mercado.
  • Na natureza selvagem (2007). Esse filme biográfico é uma adaptação do livro de Jon Krakauer baseado nas viagens de Christopher McCandless através da América do Norte e sua vida passada no deserto do Alaska.
  • Frida (2002). Este longa vencedor do Oscar aborda a vida da pintora mexicana Frida Kahlo que foi um dos principais nomes da história artística.
  • Banco ou Bitcoin (2016). Documentário disponível na Netflix, nele vemos um filme repleto de entrevistas com especialistas e entusiastas, do fenômeno Bitcoin. Este documentário retrata a origem, o futuro e a tecnologia da Bitcoin, a controversa moeda digital.
  • O Nome do Sucesso (2015). Um filme biográfico sobre a empresária Joy Mangano. Criativa desde pequena, Joy (interpretada pela atriz Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a vida de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.
  • Minimalism (2015). Um documentário sobre as coisas importantes. Esse filme traz um reflexo sobre a influência de consumo imposta pela sociedade. Um documentário que apesar de certa superficialidade ao abordar o tema, nos traz uma nova forma de viver em mundo que grita CONSUMA!
  • Mauá – O imperador e o rei (1999). Esse é um filme brasileiro dirigido por Sérgio Rezendo que aborda a vida do Barão de Mauá, empreendedor gaúcho que é considerado o primeiro grande empresário brasileiro, responsável por uma série de iniciativas modernizadoras para economia nacional ao longo do século XlX. Um filme que traz muita inspiração para todos os empreendedores. “As dificuldades foram feitas para serem vencidas.” Barão de Mauá
  • O Auto da Compadecida (2000). Esse é um filme brasileiro de comédia dramática lançado em 2000. Dirigido por Guel Arraes e com roteiro de Adriana Falcão e João Falcão, o filme é baseado na peça teatral “Auto da Compadecida” de 1955 de Ariano Suassuna.
  • Com o dinheiro dos outros (1991). Um filme estrelado por Danny DeVito, que mostra a ação de um hostil corporativista. Esse longa é um convite à uma reflexão sócio-econômica sobre as mudanças do mundo. Importante observar como as grandes transformações tecnológicas, fusões e liquidações de empresas, ditam as novas tendências comportamentais econômicas mundiais.
  • Um Novo Despertar (2011). Esse filme que foi lançado em 2011 e foi dirigido por Jodie Foster, que também atuou. Esse longa é muito interessante, pois apresenta um caso de depressão, que se transforma em um caso de delírio. É exatamente essa fuga da realidade que chama a atenção. Um Novo Despertar conta a história de Walter Black (Mel Gibson), presidente de uma indústria de brinquedos, que se encontra em um quadro de depressão. A maneira que o filme se desenvolve traz boas reflexões, além disso vemos como a sua empresa funciona durante esse momento delicado.
  • Diários de Motocicleta (2004). O drama biográfico de 2004, com direção de Walter Salles. A produção é sobre a viagem e o livro de memórias escrito por Ernesto Guevara de La Serna de 23 anos de idade, que mais tarde se tornaria conhecido internacionalmente como o icônico comandante guerrilheiro marxista e revolucionário Che Guevara. “Esse não é um relato de façanhas impressionantes. É uma parte de duas vidas registradas num momento que cursaram juntas um determinado trecho com identidade de aspirações e conjunções de sonhos. Nossa visão foi muito estreita? Muito parcial? Muito precipitada? Nossas conclusões foram rígidas demais? Talvez. Mas esse vagar sem rumo por uma América maiúscula me mudou mais do que eu pensei. Eu já não sou eu. Pelo menos já não sou mais o mesmo em meu interior. ” – Diários de Motocicleta.
  • Zodíaco (2007). O filme estadunidense de suspense/mistério de 2007 dirigido por David Fincher, baseado no livro de Robert Graysmith de mesmo nome. O filme narra a história da caçada a um assassino em série conhecido como “Zodíaco”, que matou em torno da área da baía de São Francisco durante os anos 1960 e início de 1970, deixando várias vítimas na sua vigia e insultando a polícia com cartas e cifras enviadas para jornais. O caso continua sendo um dos mais famosos crimes não resolvidos de San Francisco. Vale a pena ver o filme com um olhar sobre a obsessão do ser humano em encontrar soluções.
  • O Conde de Monte Cristo (2002). O drama, dirigido por Kevin Reynolds, tem o roteiro baseado no romance homónimo de Alexandre Dumas. O filme retrata a ilha de Elba, onde Napoleão Bonaparte esteve exilado. Com um sentimento de vingança, o atual Conde de Monte Cristo mostra que não basta usar a espada para se vingar de alguém.
  • Um Sonho de Liberdade (1994). Um filme de Frank Darabont que marcou toda uma geração. “Um Sonho de Liberdade” foi aclamado pela crítica e pelo público e obteve múltiplas indicações à prêmios. O filme mostra, dentre tantas outras coisas, a importância de que seus talentos sejam sempre válidos, não importa onde você esteja. “A esperança é uma boa coisa, talvez a melhor das coisas, e coisas boas nunca morrem” Andy Dufresne – Um Sonho de Liberdade.
  • Moneyball (2011). O filme se foca nas tentativas de Beane de criar um time de beisebol competitivo para a temporada de 2002 de Oakland, apesar da situação financeira desfavorável da equipe, usando uma sofisticada análise estatística dos jogadores. Baseado numa história real, “O Homem Que Mudou O Jogo” é um filme para quem nunca sonhou em ser parte do sistema. É mais do que beisebol, é uma revolução
  • Jerry Maguire – A Grande Virada (1996). O filme nos mostra que é preciso ter uma visão própria que deve ser seguida a todos os momentos, mesmo que ninguém mais acredite nesse ponto de vista. Indicado a cinco Oscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Ator para Tom Cruise, com Cuba Gooding Jr, “Jerry Maguire – A Grande Virada” levou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.
  • Cheiro do Ralo (2007). Esse é um filme brasileiro de longa-metragem de humor negro, produzido e distribuído em 2007, com roteiro baseado no romance homônimo de Lourenço Mutarelli. Selton Mello da vida em uma narrativa vertiginosa das obsessões crescentes do cruel proprietário de uma loja de quinquilharias, que vive incomodado com o cheiro do ralo.
  • Advogado do Diabo (1997). Esse filme, dirigido por Taylor Hackford, é um clássico do gênero de suspense e ganhou muitas críticas positivas no seu ano de lançamento em 1997.Todo empreendedor precisa ver esse filme, o longa nos ensina muito sobre as motivações da humanidade. “A vaidade é o defeito que eu mais aprecio nos homens. ”
  • A rede social (2010). O filme dirigido por David Fincher é um prato cheio para aqueles que gostam de tecnologia e têm interesse em aprender mais sobre a ferocidade do Vale do Silício. Mark Zuckerberg conseguiu tudo o que queria, se tornou um empreendedor de sucesso e um ícone mundial. Valeu a pena? Descubram com esse filme muito elogiado pela crítica.
  • Wall street o dinheiro nunca dorme (2010). Nessa nova trama dirigida por Oliver Stone, o diretor consegue mostrar muito bem aspectos da crise de 2008 do sistema financeiro que abalou o mundo.O filme se torna também uma verdadeira aula sobre economia e ambição. Momento quase spoiler: o longa conta um pouco sobre as “bolhas especulativas” ao longo da história e seus grandes momentos, fiquem de olho.“Um pescador sempre vê um outro pescador de longe.”Gordon Gekko
  • Grande Demais para Quebr (2011). Dirigido por Curtis Hanson, o filme é baseado em um livro homônimo do jornalista Andrew Ross Sorkin. Nele vamos conhecer mais sobre a grande crise mundial da economia, que teve inicio em 2008, e como o secretário do tesouro dos Estados Unidos da América agiu perante o colapso. Entre muitos dos questionamentos que o filme traz, temos dois que merecem o spoiler: o que é o “risco moral” e como os bancos enfrentaram essa crise.
  • Piratas do Vale do Silício (1999). Esse longa foi produzido em 1999 e já é um clássico do empreendedorismo. O filme traz a saga da criação da Microsoft e da Apple ao relatar a trajetória de seus expoentes, Bill Gates e Steve Jobs. Spoiler útil: fiquem de olho no modo como as empresas tratam os setores de pesquisa e inovação, eles podem ser essenciais. Inovar sempre!

Séries

  • Breaking Bad (2008). A indicação de série fica com Breaking Bad. Nessa produção um professor de química descobre uma doença terminal e resolve transformar sua vida. Ele usa seus conhecimentos em química para produzir a melhor droga da região e com isso mudar sua realidade.
    “Por mais que trate de um tema polêmico, a série aborda alguns desafios frequentes para empreendedores, como gestão de qualidade, concorrência, escalabilidade, cadeia produtiva e segredo industrial. ” – Gean Chu, 26 anos, fundador da Los Paleteros
  • Na rota do dinheiro sujo (2018). Esse documentário original da Netflix é dividido em seis histórias sobre escândalos financeiros.De empréstimos com juros de agiota a trapaças em testes de poluição de automóveis, a série expõe os atos mais descarados de corrupção e ganância corporativas. Esclarecedora essa incrível série!
  • Abstract: The Art of Design (2017). Mesmo tendo o design como foco, a série pode ser recomendada para todos os empreendedores, já que traz ensinamentos valiosos sobre a realização de projetos, sobre as etapas componentes de cada processo, além de realçar valores como a afinidade, a persistência e a inovação.
  • O Sócio (2008-2019). Esse é um reality show do canal de TV americano CNBC. A cada episódio, o bilionário americano Marcus Lemonis oferece investimentos e sua experiência a pequenas empresas que estão em dificuldades ou à beira da falência em troca de uma participação societária na empresa. Uma vez dentro da empresa, ele então faz de tudo para salvar o negócio e torná-lo lucrativo, mesmo que isso signifique demitir o presidente, promover a secretária ou fazer ele mesmo o trabalho. Aprendam com esse conteúdo que vem ganhando fãs em todo mundo.

Curtam e descubram o Mundo Banfer! Viva o empreededorismo!

TAGS
Posts Relacionados

DEIXE UM COMENTÁRIO

Mundo Banfer
Brasil

Olá pessoal, esse é o Mundo Banfer, um projeto sobre empreendedorismo criativo. O que nos move é a vontade de transformar a vida das pessoas de forma inovadora. Por isso, nós da Banfer ajudamos empreendedores, empresas e contamos as histórias de negócios pelo mundo. Conheçam o nosso mundo empreendedor!

Acompanhem o Mundo Banfer
Tradução